Tenho notado que neste período do ano, entre os meses de abril e agosto, por serem meses frios, secos e com umidade relativa do ar muito baixa, as coceiras que deixam nossos bichinhos nervosos e estressados de tanto se coçar, aumentam e muito. 

Minha cachorrinha Jade, de oito anos, da raça pequinês se coça com muito mais frequência, chegando ao ponto de ferir a pele, principalmente perto do rabo, orelhas e pescoço. 

Já fiz tratamento com os mais variados shampoos e sabonetes antialérgicos, inclusive alguns com preços bem exorbitantes e nada tem adiantado. A veterinária responsável por sua saúde me orientou a ministrar remédios antiparasitários, o que também não foi 100% eficaz. 

Comecei a pesquisar e a testar algumas receitas caseiras e pasmem: o que encontrei, de tão simples e barato, é difícil de acreditar que faça algum efeito sobre esse incômodo que causa tanto sofrimento em nossos bichinhos. por causa da coceira, eles não dormem direito, não se alimentam e podem até entrar em depressão.

Todos nós conhecemos e provavelmente já usamos aveia em nossa alimentação, certo?  Ela é rica em vitamina B5 e vitamina B9, contém zinco, ferro, magnésio, cobre, ácido fólico, ácidos graxos ômega-6 e biotina. são esses dois últimos elementos os responsáveis em afastar de vez a coceira, além de deixar a pelagem forte e com brilho, macia e sem feridas. 

Comecei a pesquisar e a testar algumas receitas caseiras e pasmem: o que encontrei, de tão simples e barato, é difícil de acreditar que faça algum efeito

Mas, cuidado com a qualidade da aveia, ela deve ser natural, livre de qualquer mistura. A quantidade certa é uma colher de chá duas vezes por semana. 

Porém, assim como eu, você deve estar se perguntando: como vou dar aveia para meu bichinho? Uma boa dica é misturá-la em alguma fruta que ele goste, como a banana ou ainda colocar na própria ração. Agora, se seu bichinho gosta de mingau, problema resolvido, é lógico que ele deverá ser feito com água e não com leite.

Além de dar a aveia na alimentação da Jade, também uma dica espetacular e que curou de vez a coceira dela foram os banhos com a aveia. Eles devem ser dados logo após o banho normal que, de preferência, deverá ser dado também com um shampoo de aveia, que é excelente e tem um cheirinho muito agradável. Os pelos dela estão macios e brilhantes, a pele hidratada, sem feridinhas e sem coceiras.

Quanto à quantidade dos banhos, pode ser dada uma vez por semana. A medida é uma colher de sopa para cada nove quilos de peso do animal. A Jade, por exemplo, tem cinco quilos, então uso uma colher de sopa em um litro de água. O certo é colocar a aveia dentro da água, misturar bem e deixar amornar. Uso a aveia fina, mas caso queira, pode bater a em flocos no liquidificador, depois enxague e seque bem.

Outro produto que, aliás, é bem barato, de fácil acesso e não menos milagroso para acabar de vez com a coceira dos nossos bichinhos é o vinagre de maçã. Ele pode ser dissolvido na água: uma colher de sopa para cada 250 ml de água. Aplicá-lo diretamente nos pelos uma vez por semana. Já testei também e aprovei. O vinagre tem propriedades antioxidantes e antibacterianas. Não é necessário enxaguar após aplicação, pois o cheiro do vinagre desaparece depois que secar. 

Espero que com essas dicas as coceiras desapareçam de vez da vida dos nossos bichinhos queridos, deixando-os alegres e saudáveis.

LEIA MINHAS DEMAIS COLUNAS