Esta é a dúvida de centenas de pessoas que têm animais de estimação e se preocupam em deixá-los sozinhos em casa ou levá-los na viagem.

Se optar por levá-lo, lembre-se de levar água e comida suficientes para todo o percurso da viagem, e não se esqueça da cadeirinha especial adequada para o tamanho de seu pet exigida pela legislação de trânsito atual.

Existem hotéis que também aceitam animais, seja ele de pequeno ou grande porte. Você deve pesquisar para saber se é permitido que o animal fique com você no quarto ou se ele terá um alojamento específico.

Optou em deixá-lo sozinho em casa? Ok. Esta opção será mais saudável se você tiver mais de um bichinho, assim, um fará companhia para o outro e, lógico, se sua viagem for curta, de poucos dias. É aconselhável que você deixe várias vasilhas com água e comida em diferentes lugares. O ideal é pedir que algum vizinho os veja diariamente, para certificar que tudo anda bem, inclusive para cuidar da higiene do local. Se seus pets forem bravos, o que impossibilita o contato com estranhos, você pode, antes da viagem, treiná-los a evacuar apenas em um local ou ainda espalhar tapetes higiênicos.

Se tiver condições financeiras, você pode contar com hotéis e creches específicos para animais. Com ofertas tentadoras e um marketing pesado, eles tentam ganhar a sua confiança para que lhes entreguem o seu bem mais precioso, que é seu amigo bicho. Mas, será que os lugares são sempre seguros? Os funcionários são cuidadosos e carinhosos? O lugar é limpo e livre de pulgas, sarnas e outros parasitas? Pois é, são inúmeras as dúvidas as quais deverão ser cuidadosamente estudadas e observadas antes de deixá-los.

Nem sempre o hotel mais luxuoso é o mais cuidadoso e carinhoso, fique atento a estes detalhes.
É imprescindível que você, antes de deixar seu bichinho no hotel, faça visitas em dias e horários diferentes, para observar o tratamento dos cuidadores e higiene do local e, principalmente, o lugar onde ele irá dormir. É bom levar o brinquedo predileto, se possível a caminha onde ele dorme e suas vasilhas de água e comida.

Existe também a opção da hospedagem familiar, ou seja, são pessoas apaixonadas por animais que se dispõem a cuidar do seu bichinho enquanto você viaja. O ambiente familiar traz mais conforto e segurança para o animal, assim eles se estressam menos. Continuarão a sentir sua falta, mas, com cuidados diários, afagos, brincadeiras entre outros chamegos, ele ficará mais tranquilo. Mas isso não exime a preocupação em observar a higiene e o carinho do cuidador com seu bichinho antes de deixá-lo.

Tanto nos hotéis, como na guarda familiar você pode pedir fotos e vídeos diários para saber como ele está enquanto você está fora.

Com estes cuidados, você pode viajar tranquilo e com a certeza de que sua preciosidade estará segura e feliz aguardando sua volta.