Nos últimos meses, a Revista Cristã tem publicado uma série de textos com alertas para os efeitos nocivos de uma vida vivida num ritmo muito acelerado e sem descanso. 

É por isso que em julho, mês de férias — mesmo que curtas — para muitas famílias, nossa nova matéria foca em sugestões para quem precisa aproveitar um período para relaxar e desligar a cabeça das preocupações, ao menos um pouco.

Confira as dicas abaixo!

1 – Desligue um pouco as telas

Estudos de diversas áreas da saúde (da oftalmologia à psiquiatria) têm buscado compreender os efeitos das telas (celular, televisão, computador) sobre a nossa vida, e dão um spoiler: muito tempo conectado pode trazer problemas importantes em todas essas áreas.

Portanto, todo período de descanso, por menor que seja (a exemplo das curtas férias de meio de ano, para quem as têm) podem ser utilizados para dar um tempo neste hiperestímulo a que somos submetidos em prol de cuidar da nossa saúde.

“Ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a igreja, pois somos membros do seu corpo. (Efésios 5:29-30)

2 – Realize a higiene do seu sono 

descansar dormindo

“Higiene do sono” pode parecer um termo estranho para muita gente, mas é uma das melhores formas que temos para descansar. Afinal, não adianta buscar repouso em outros momentos se sua fonte principal, a hora de dormir, tem problemas.

Muita gente, inclusive, pensa nas férias como o momento para deixar tudo correr solto (inclusive hora de dormir e acordar), mas seria melhor fazer o inverso. Aqui estão algumas dicas que você pode fazer para melhorar seu sono à noite:

  • Estabeleça horários para dormir e acordar (o ideal é que você tenha entre 7 e 9 horas de sono);
  • Evite consumir cafeína, principalmente à noite;
  • Reduza o consumo de telas, principalmente uma hora antes de dormir;
  • Crie um ambiente que induza o sono em seu quarto (janelas mais escuras possível, conforto, menos distrações);

E, se dormir estiver difícil mesmo assim, lembre-se do Salmo 4:8 e repita essa oração:

“Em paz me deito e logo adormeço, pois só tu, Senhor, me fazes viver em segurança”. 

3 – Medite mais na palavra de Deus

Uma pesquisa publicada pela LifeWay Research em 2021 (ou seja, com dados que já incluíam padrões de comportamento durante a pandemia) apontou que, apesar de um aumento de 7.1% na quantidade de pessoas que afirmaram ter aberto a Bíblia durante o último ano, cerca de 53% dos americanos não leram mais que algumas passagens ou histórias. Dez por cento do total não leram nada, e outros 11% afirmaram ler diariamente.

Na ausência de dados tão precisos sobre o comportamento dos irmãos brasileiros, podemos buscar aprender algo com a experiência dos irmãos americanos. 

É importante dedicar um tempo para a leitura da palavra e para meditar nos seus ensinamentos. Dias mais “tranquilos”, com menos obrigações na rotina, podem ser o momento perfeito para você executar aquele plano de finalmente retomar os devocionais diários.

4 – Explore opções ao ar livre (parques, praças, caminhada na rua…)

Na sociedade interconectada e cheia de estímulos eletrônicos em que vivemos, às vezes aquele filme na televisão vira uma alternativa e tanto para quem quer relaxar um pouco.

Isso, porém, não precisa ser a única opção de quem está de férias. Na verdade, desconectar um pouco e, de quebra, fazer algum exercício, pode ajudar – e muito – a trazer o relaxamento verdadeiro. Aproveite para conhecer parques, praças e áreas bonitas da sua cidade. Quem sabe um mirante? Vai ser ótimo para as crianças, caso você as tenha.

Desde Adão temos um chamado a cuidar da terra, mas também a contemplá-la. Na correria, acabamos não fazendo nenhuma das duas coisas. Então, lembre-se de que o próprio Deus descansou e nos mostrou que isso era bom. Não deixe que a correria do dia a dia o faça esquecer disso.