Em uma de nossas edições mais recentes, criamos uma lista com 7 indicações de livros cristãos. E como ler é sempre bom demais, a Revista Cristã preparou uma nova lista, com 8 livros, para você presentear seus amigos, parentes ou conhecidos com uma sugestão de leitura de qualidade. Desfrute!

1. O Peregrino 

O Peregrino - livros cristãos

Tido como o livro mais lido do mundo depois da Bíblia, esta obra-prima escrita pelo autor inglês John Bunyan foi lançada em 1678 e, hoje, quase 350 anos depois, já foi traduzido para mais de 200 idiomas. 

A premissa é relativamente simples. Aliás, a simplicidade talvez seja a grande força do livro. O Peregrino conta a história da viagem do personagem “Cristão”, que deseja ver-se livre do pesado fardo que carrega nas costas e inicia uma empreitada saindo da “Cidade da Destruição” rumo à “Cidade Celestial”. Ao longo do caminho, ele se vê diante de personagens com nomes bastante sugestivos (Hipocrisia, Fiel, Esperança) e cercado de desafios, tentações e sofrimentos. 

Uma alegoria precisa da jornada do crente em Jesus em qualquer época, e certamente um dos motivadores de tamanho sucesso do livro ao longo dos séculos.

2. A Treliça e a Videira

A treliça e a videira

Escrito pelos autores australianos Colin Marshall e Tony Payne, este talvez seja um dos principais livros sobre discipulado dos últimos anos. 

A metáfora que dá nome ao título baseia a argumentação dos autores, segundo os quais a treliça corresponde à estrutura, à organização eclesiástica com suas comissões, obras e atividades eclesiásticas, mas que não passa disso, a sustentação para o organismo onde realmente há vida: a videira (os membros).

Colin e Tony são excelentes ao demonstrar como a videira, uma árvore cujo fruto é a uva e que aparece na Bíblia como uma alegoria do povo de Israel, se relaciona com a treliça: em suma, quanto mais saudável for a primeira, menos a segunda aparece. Ótimo livro para todos: líderes de ministério ou não!

3. Igreja Sinfônica

Igreja Sinfônica - livros cristãos

Organizado por Pedro Dulci, Igreja Sinfônica é, como o próprio subtítulo diz, “Um chamado radical pela unidade dos cristãos”, mensagem muito relevante em tempos de tantas dissensões.

Suas 160 páginas reúnem, em capítulos curtos, uma poderosa palavra de união, com textos escritos por nomes como Guilherme de Carvalho, Igor Miguel, Marcos Almeida, entre outros, que discutem se é realmente possível haver diálogo e harmonia entre vertentes tão divergentes do cristianismo, com foco naquilo que nos une como irmãos em Cristo. 

4. Não Quero Um Pastor Bacana

Não quero um pastor bacana - livros cristãos

Este é um exemplo dos mais literais da frase “não julgue um livro pela capa”. Com uma pegada bem humorada na arte de fronte, com um homem fantasiado de Elvis segurando uma Bíblia na mão, “Não Quero um Pastor Bacana” traz uma discussão séria e muito relevante.

Escrita pelo pastor Kevin DeYoung e pelo jornalista Ted Kluck, a obra discute a espetacularização (entre outros perigos) que estava afastando a igreja emergente dos EUA (e, por que não, do mundo todo) da centralidade do Evangelho em nossas vidas.

Conteúdo essencial para os dias de hoje, este livro acende o alerta para a possibilidade da vaidade subir à cabeça dos líderes e da criação de uma igreja repleta de boas intenções, beijos, abraços, sorrisos e vazia de boa teologia.

5. Redescobrindo a Sua Bíblia

Redescobrindo a Sua Bíblia - livros cristãos

Dica de livro de referência bíblica que vai direto ao ponto? Tem também! Escrito pelo pr. André Coelho, “Redescobrindo a Sua Bíblia” é uma excelente obra para quem busca estudar mais profundamente a palavra de Deus.

Analisando livro a livro da Bíblia com tabelas, mapas, calendários, gráficos e mais, até quem não é muito afeito à leitura consegue aproveitar o rico material disponibilizado na obra para aprofundar o conhecimento do Evangelho. 

6. Perelandra (2º livro da Trilogia Cósmica, de C. S. Lewis)

perelandra - livros cristãos

De uma aposta entre dois célebres amigos autores, C. S. Lewis e J. R. R. Tolkien (O Senhor dos Anéis), surgiu uma das sagas de ficção científica mais relevantes das últimas décadas. Conhecida como Trilogia Cósmica, a série de livros que começa em “Além do Planeta Silencioso”, passa por “Perelandra” e termina em “Aquela Fortaleza Medonha” explora a temática da viagem no espaço de um jeito muito especial.

E, embora a leitura de todos seja recomendável, escolhemos falar aqui de Perelandra, a obra do meio, que conta as aventuras do Dr. Ransom no planeta conhecido pelo nome que dá título ao livro, mas que, nos idiomas da Terra (Thulcandra), conhecemos como Vênus. 

Com uma mensagem profunda, que remete aos dias da criação em uma clara referência a Adão, Eva e o Gênesis (vamos parar os spoliers por aqui), é um livro que, com certeza, estimula a imaginação e o amor dos cristãos pela mensagem de salvação da Bíblia. 

7. Os Outros da Bíblia 

os outros da bíblia - livros cristãos

Estudar a Bíblia sem conhecer o contexto do povo pelo qual e para o qual ela foi escrita em primeiro lugar é um erro importante, que pode nos confundir em nossa caminhada cristã.

Nesta obra, escrita pelo mestre e doutorando em Teologia, que também é licenciado em História, André Daniel Reinke, somos apresentados com mais profundidade a outros povos que dividiram com o Povo de Deus as regiões por onde eles caminharam em sua jornada. 

Mais uma obra essencial e que você pode ter um gostinho gratuito do que encontrará no livro ao ouvir a série de podcasts “Os Outros”, do BTCast, com participação de André.

8. O Significado do Casamento

o significado do casamento - livros cristãos

Fechando a lista, trazemos um livro indispensável para os casais, sejam eles casados ou não. Escrito pelo pastor e autor best-seller Tim Keller e sua esposa, Kathy, O Significado do Casamento é uma obra que pode ser descrita como um manual para a desafiante jornada do relacionamento a dois.

Fruto de uma série de sermões pregados por Tim, pastor da Redeemer Presbyterian Church, este livro procura demonstrar o propósito glorioso do matrimônio, criado por Deus para nos trazer para mais perto dele, e não se furta a abordar temas importantes com uma linguagem muito franca e direta.