Estima-se que 45,6 milhões de brasileiros recebam as novas parcelas do auxílio emergencial a partir de abril. O programa, que foi criado para garantir uma renda mínima aos prejudicados financeiramente durante a pandemia, vai pagar de R$150 a R$375 para as famílias nos próximos 4 meses.

O valor distribuído vai depender da formação familiar. Mães solteiras terão direito ao pagamento máximo de R$375. Pessoas que moram sozinhas receberão 4 parcelas de R$150, enquanto, para outros grupos, a média é de R$250.

As novas regras permitirão que apenas um membro da família tenha direito a sacar o benefício. Não é necessário realizar um novo cadastro no aplicativo Caixa Tem, basta atualizar as informações já disponibilizadas anteriormente.

 

Quem tem direito ao auxílio emergencial 2021?

O Governo Federal vai usar a base de dados dos cadastros aprovados em 2020 para selecionar quem poderá receber as parcelas. Os critérios para os novos beneficiados são:

 

  • Ser maior de 18 anos (exceto mães adolescentes);
  • Ser trabalhador informal, MEI ou estar desempregado;
  • Ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo (R$550) por pessoa;
  • Ter recebido o auxílio emergencial em 2020 e sacado o dinheiro.

 

Quem não poderá receber?

Ao todo, 22,6 milhões de pessoas serão excluídas do auxílio emergencial 2021. De acordo com o Governo, não tem acesso ao auxílio quem:

 

  • Recebeu benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de programa de transferência de renda federal (exceto Abono-Salarial e Bolsa Família);
  • É membro de família com renda mensal total acima de três salários mínimos;
  • Mora no exterior;
  • Teve patrimônio no valor total superior a R$ 300 mil em 2019;
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 em 2019;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, no valor superior a R$ 40 mil em 2019;
  • Foi incluído como dependente de declarante do Imposto sobre a Renda de Pessoa Física em 2019;
  • Está preso em regime fechado;
  • É estagiário, residente médico ou multiprofissional, beneficiário de bolsa de estudo.

 

Calendário de recebimento

 

Quem for aprovado nesta nova rodada de pagamentos poderá visualizar as datas de recebimento somente a partir do próximo mês. 

Os Beneficiários do Bolsa Família, no entanto, receberão conforme o calendário habitual do programa com início no dia 16 de abril.

Mais dúvidas a respeito das regras do Auxílio Emergencial 2021 podem ser tiradas no site oficial do Ministério da Cidadania.