A manhã deste domingo (28) não foi a mesma para os pacientes no Hospital M’Boi Mirim, em Taubaté (SP). O dia foi marcado por um ato de fé e carinho da médica Brunna Falluh, que passou pelos leitos de UTI cantando e tocando para os internados com a Covid-19.

A música “Raridade”, de Anderson Freire, foi o repertório escolhido por Bruna para levar um pouco de alento à ala do hospital. O vídeo foi filmado e logo chegou a mais de 1,4 milhão de visualizações na internet.

Brunna começou a residência médica há apenas um mês, durante a fase mais complicada da pandemia no Brasil. Atualmente faz parte da equipe de cuidados paliativos, quando a doença é irreversível e o tratamento prevê a minimização dos sintomas e dores.

Em entrevista a um site de noticias,, Brunna disse o motivo da iniciativa. “Eu não queria que os pacientes se sentissem sozinhos. Queria que eles escutassem uma sinfonia que não fosse a dos aparelhos”, revelou. 

Essa é uma fase muito difícil enfrentada pelos hospitalizados e pela família, por isso o trabalho dos médicos é trazer um pouco de apoio emocional. “Buscamos soluções para momentos em que não há solução. Ficamos ao lado deles pela família, que não está ali”, explicou.

Ao som da canção que diz “você é um espelho que reflete a imagem do Senhor; não chore se o mundo ainda não o notou; já é o bastante Deus reconhecer o seu valor”, Brunna trouxe conforto espiritual para as pessoas presentes ali.

A atitude tem recebido retornos positivos. No seu Instagram, a médica agradeceu as mensagens de carinho e disse não ter imaginado a grande repercussão do vídeo. Ela, que também ministra louvor em sua igreja, deixou um recado em sua publicação:

“A mensagem que eu creio fala sobre amor ao próximo. E minha profissão [é] sobre pessoa a pessoas, e não a doentes/doença! Juntos enfrentaremos o COVID-19. Jo 8:12 diz que Jesus é a luz da vida. Venceremos as trevas através de Jesus”, finalizou.

 

Fonte: Com informações do site G1