A vida de Bob Dowson, um residente de Kingston (Carolina do Norte, EUA), sofreu uma grande reviravolta nas últimas semanas. À beira da morte devido às complicações da Covid-19, o americano foi milagrosamente curado após sua situação ser considerada praticamente irreversível.

A história de Bob começa quando ele precisou realizar uma cirurgia no joelho em um hospital de Las Vegas. Depois de sua saída, ele desenvolveu uma tosse e voltou ao centro de saúde. Lá, Bob foi constatado com Covid-19 e o quadro se complicou, precisando usar um respirador.

Ele também precisou ser colocado em coma induzido pela equipe médica. Diagnosticado com apenas 2% de chance de sobreviver, a luta pela vida se tornava cada vez mais difícil de ser vencida.

“Só me lembro de uma coisa enquanto estava fora. Foi uma conversa com Deus”, disse Dawson em entrevista ao site Neuse News. “Eu disse querido Senhor, por favor, dê a eles sabedoria para me darem morfina para a dor, e me leva para casa. Eu estava pronto para morrer”, continuou.

A esperança estava se acabando e Dawson não via a resposta de Deus para mudar a situação. Por isso, ainda durante o coma, as experiências que tinha com o Senhor eram de continuar orando pela morte.

Sua esposa já havia dado entrada no processo de trazê-lo de volta à cidade onde mora, para perto da família, quando o inesperado aconteceu. Bob despertou e sabia que aquilo era um milagre e que havia um motivo pra ter acontecido com ele. “Eu soube naquele momento que o motivo de estar de volta era compartilhar meu testemunho”, contou.

“Deus me trouxe de volta. Ele segurou minha mão a cada passo do caminho. Eu consigo andar agora, 200 metros com um andador. Eu consigo subir e descer. Consigo fazer a maioria das coisas que uma pessoa normal pode fazer”, concluiu.

A gratidão de Bob se estende também aos médicos do Hospital de Especialidades PAM e, especificamente, do Dr. Shiver, que realizou um trabalho de excelente cuidado com ele.

O paciente destacou a importância de tomar a vacina contra a doença para que ninguém passe pelo sofrimento que ele viveu. “Se você está relutante em tomar a vacina, acredite em mim, quaisquer efeitos colaterais que você teria com a vacina seriam bem menores do que o que eu tive que passar por causa do COVID-19”, declarou Dawson.

Graças às intercessões em prol de sua vida, o renascimento de Dawson é a prova do poder da fé e ele poderá voltar para casa. “Eu era um homem saudável de 61 anos e Deus me levou às portas da morte, mas Deus me trouxe de volta”, finalizou.