Desde março de 2020 enfrentamos uma verdadeira luta, praticamente, isolados. Pessoas que pertencem ao grupo de risco são as que mais precisaram ficar reclusas durante a pandemia de Covid-19.

No entanto, cristãos de Goiás não permitem que essa realidade seja motivo para deixar o amor ao próximo esfriar. O grupo de jovens de igrejas da cidade de São João da Paraúna, na região sudoeste do estado, tem se dedicado a escrever cartas para pessoas em isolamento.

O projeto com o nome “Chama Vida”, da Igreja Assembleia de Deus Missão, reúne 36 integrantes ao todo. Os voluntários escrevem cartas à mão e as entregam no correio de pessoas ao redor da cidade.

Marli Gonçalves Cunha, participante do projeto, contou ao G1 que a ação já entregou 50 cartas até o momento e tem gerado retornos positivos das pessoas que receberam. Para Marli, o fato de os destinatários estarem gostando das mensagens é sinal de que a iniciativa está fazendo o efeito esperado. 

“A cidade ficou emocionada de ver esse incentivo dos jovens. O objetivo é apoiar as pessoas que estão necessitadas nessa hora”, disse Marli. As cartas começaram a ser entregues no dia 21 de março, último domingo.

Como a igreja não está podendo se reunir nessa fase na região, foi feito um esquema para evitar aglomerações. Uma das jovens do grupo teve o trabalho de juntar as mensagens e outras três cuidaram para que as cartas fossem colocadas nas correspondências dos vizinhos.

Os benefícios do projeto possuem via de mão dupla. Enquanto os destinatários se alegram com as mensagens de carinho, os jovens da igreja se animam em levar um pouco da Palavra de Deus às pessoas nesse momento tão incerto.

“Devido ao isolamento na cidade, a igreja está fechada e muitas pessoas estão deprimidas. O grupo de jovens é muito animado. Eles gostam de fazer evangelismo e tiveram a ideia. Cada jovem escreveu uma cartinha ou mais”, informou Marli, que faz parte do grupo que distribui as cartas.

Os voluntários pretendem realizar mais ações como esta e a data para a entrega já está marcada para o dia 28. “No próximo domingo, vamos fazer de novo, porque o domingo seria o dia de cultuar na igreja, mas, como não está tendo culto, a gente aproveita o domingo e faz a entrega”, confirmou Marli. 

 

Fonte: Com informações do site G1.