Apesar da Covid-19 ter ceifado muitas vidas ao redor do mundo desde os primeiros meses de 2020, também são muitos os testemunhos de curas milagrosas. Esse é o caso dos comerciantes Eduardo Oliveira e sua esposa Luciana Rosa, naturais de Guaíba, no Rio Grande do Sul.

A história começa em março com Eduardo sendo diagnosticado com a doença e internado no Hospital Regional Berço Farroupilha. O comerciante teve complicações graves e precisou respirar por aparelhos quando 70% do seu pulmão foi comprometido.

A luta do homem de 55 anos não parou por aí, ele foi acometido por uma lesão no fígado durante a hospitalização. Com 20 quilos a menos, a preocupação de sua esposa se tornava ainda maior.

Assim como aconteceu em vários hospitais espalhados pelo Brasil, um grupo de cristãos da cidade se reuniu para interceder pelos pacientes no mesmo local onde estava Eduardo. Durante um domingo, membros da Assembleia de Deus de Guaíba cantavam “Creio que Tu és a cura” de forma que Luciana conseguiu ouvir onde estava, no estacionamento do hospital.

“Quando eu ouvi o louvor, eu comecei a chorar de felicidade porque eu senti que Deus estava me chamando para participar daquele momento”, contou a mulher em entrevista ao portal cristão Guiame.

Luciana se juntou ao clamor e logo após foi apresentada ao pastor Junior Silva, um dos vice-presidentes da igreja. Aquele primeiro contato ficou na memória do líder que presenciou o choro da mulher por seu marido.

“Eu vi uma senhora que ansiava por uma oração, crendo no poder de Deus e humildemente pedindo ajuda. E Deus a ajudou, através da disposição da igreja em estar na linha de frente na intercessão e no apoio àqueles que necessitavam”, relatou o Junior.

O apoio pastoral veio logo em seguida. Luciana passou seu número de telefone para Junior que a acompanhou e orou por sua família. “Num domingo à tarde, eu estava em casa triste e o pastor Junior me ligou e orou junto comigo. Depois da oração, eu me senti muito bem, me senti muito acolhida. A partir desse dia, comecei a me sentir mais próxima de Deus”, revelou ela.

A assistência também chegou a Eduardo que, quando conseguia falar, recebia as ligações. A esposa ainda informou que deixou uma Bíblia junto a ele no leito desde o primeiro dia, permitindo que Eduardo meditasse no Salmo 91 todo o tempo em que esteve internado.

Foi então que, desacreditado de sair com vida dali, Eduardo obteve cura da Covid-19 e suas consequências com 15 dias em estado grave. “Foi um milagre! Deus é maravilhoso!”, celebrou Luciana.

“Se não fosse Deus, eu não teria tido força para enfrentar as lutas e continuar, porque nosso psicológico fica abalado. A nossa força está em Deus! Hoje eu creio que tudo isso foi um propósito do Senhor para abençoar minha família”, continuou.

Neste período de tensão, ela desenvolveu depressão e crises de ansiedade. A fé no Senhor foi o que a curou, assim como o marido. Por isso o casal testemunhou a intervenção divina em sua história durante um culto da Assembleia de Deus da cidade.

O acompanhamento pastoral foi de suma importância para Eduardo e Luciana. Com o acolhimento, hoje eles estão frequentando os encontros. Junior Silva contou que sua congregação se posicionou de diversas formas para ajudar famílias na pandemia, com ações sociais e pastoreio. “Tudo isso para que a sociedade tenha um suporte espiritual neste momento”, afirmou o pastor.

“Nós nos sentimos muito acolhidos mesmo. Parece que todos já nos conheciam há muito tempo. Nós gostamos muito, nos sentimos perto de Deus. Agora, quando eu vou no culto, é um renovo para mim!”, declarou Luciana.