Infelizmente, por ignorância ou por medo, o número de animais de várias espécies abandonados vem crescendo muito nesta pandemia, chegando ao patamar de quase 80% a mais do que no mesmo período de 2020.

Independente da classe social, são abandonados desde cachorros de grande e pequeno porte, de raça definida ou não, furões e pasmem, até espécies raras de pássaros que, fatalmente irão morrer, por estarem acostumados a viver em gaiolas, não sabendo procurar alimentos e se defender de predadores naturais.

As ruas das grandes cidades estão quase que desertas, o que facilita para tutores abandonarem seus pets sem que ninguém veja.

Com muitas dúvidas a respeito do contágio ou não deste vírus pelos animais, muito triste e preocupada com a situação de abandono, pedi ajuda à doutora Marcela Fonte Boa Rabelo, da Medicina Veterinária Avançada República dos Animais, para que nos esclarecesse e tirasse nossas dúvidas.

“Olá leitores da Revista Cristã. É um prazer trazer esclarecimentos sobre este assunto tão polêmico e debatido entre nós médicos. São muitos os questionamentos sobre o assunto, mas a pesquisa vem avançando e, em breve, saberemos muito sobre como cuidar e proteger nossos pets deste vírus.

Até o momento, nada foi comprovado de que os animais são transmissores do vírus da Covid-19. A (OMS) Organização Mundial da Saúde informou que não há evidências de que pets, como cachorros e gatos, possam ser infectados pelo novo Coronavírus.

Também não há evidências de que os animais domésticos possam transmitir a doença a humanos.

Mas, fica um alerta: se os tutores estiverem contaminados pelo vírus, os animais também devem ficar isolados. Isso porque, quando espirramos ou tossimos sobre os animais, as gotículas ficarão no pelo deles e, consequentemente, eles poderão fazer a circulação do vírus porque serão portadores mecânicos; e se uma outra pessoa passar as mãos em seus pelos e passar no nariz, boca ou olhos, logo em seguida, fatalmente, será contaminado.

Nossos animais merecem todo cuidado, carinho e amor da nossa parte, porque é isso que eles nos dão toda a sua vida. É importante lembrar que um animal de estimação em casa traz alegria, descontração e melhora o psicológico da pessoa que está isolada, ajudando a superar esta fase tão difícil, com notícias diárias tão desanimadoras.

 

Mas, fica um alerta: se os tutores estiverem contaminados pelo vírus, os animais também devem ficar isolados.”

 

Comprovadamente, esta amizade reduz a pressão arterial, melhora os níveis de estresse, combate a ansiedade e previne doenças cardiovasculares. Mais do que nunca é importante tê-los ao nosso lado cuidando e sendo cuidados por nós.

É bom lembrarmos que o abandono de animais é considerado crime ambiental e pode resultar na pena de detenção de três meses a um ano e multa”, finaliza a médica.

Alguns famosos diagnosticados com Covid, postaram no Instagram, fotos com seus pets durante o isolamento.

A atriz Thaila Ayala postou a foto com seu cachorro e escreveu na legenda: “Realmente, não existe companhia melhor do que essa! Adoramos!”

A influenciadora Gabriela Pugliesi também postou uma foto onde comentou: “Tudo tem seu lado bom! Bichos não pegam Corona e posso ficar agarrada! Obrigada, Deus”.

Por isso, se você tem um animalzinho de estimação, cuide dele e desfrute do seu amor e companhia nesse momento onde não podemos ter muito disso dos humanos.

Até a próxima.