Como avó, aprendi alguns poucos truques para colocar as crianças na cama. Gostaria de partilhar meu conhecimento, para que meus erros possam ajudar outros que estão apenas começando.

Há alguns métodos que são, bem, talvez não tão úteis.

 

1 – O método dirigir no carro até eles adormecerem

Este método tem muitas vantagens. Todos eles caem no sono na mesma hora. Nada de histórias para passar o tempo antes da hora de dormir. Nada de centenas de pedidos para beber água.

As desvantagens, no entanto, incluem uso excessivo de combustível, as crianças mais velhas vão começar a pensar que é uma excursão de família e podem acordar ou nunca adormecer. Aos 16 anos, elas podem até pedir as chaves e então você vai adormecer enquanto elas dirigem por aí (talvez essa seja uma vantagem).

 

2 – O Método Ignorar

Você cumpriu seu dever. Alimentou-os, deu banho, leu uma história para eles, leu duas vezes uma história, leu novamente uma história lhes deu água 100 vezes. Não é seu problema agora. Ignore-os! Você agora pode descansar (tentar) ler (dito) ou se livrar deles.

Uma desvantagem óbvia: Você pode ficar louca.

3 – Ameace

4 – Suborne

5 – Implore

 

As desvantagens dos três itens acima são óbvias:

A Bíblia nos ordena a tomar cuidado com nossa saúde, e uma grande parte da saúde das crianças tem a ver com sono suficiente. Quando nenhum dos métodos acima funciona, você pode tentar truques diferentes, especialmente quando há algumas poucas crianças de idades diferentes.

 

Aqui estão minhas dicas tentadas-e-verdadeiras para “Colocar as crianças na cama e mantê-las ali” (seriamente).

 

1 – Crie uma Rotina

As crianças se sentem seguras quando veem a mesma coisa todo dia’ banho, história, beber água. Repita todo dia.

 

2 – Divida e conquiste

Lide com um grupo etário por vez. Comece com os mais novos. Eles realmente precisam de pelo menos nove horas de sono. Se você tem algumas crianças com idades semelhantes, tente dar banho juntos até que sejam velhos demais para isso. Você pode separá-los se não adormecerem facilmente. Um pode manter o outro acordado. Leve para o quarto o que adormece primeiro. Depois fique com o outro. 

 

3 – Tente conseguir alguma ajuda ou planeje antes.

Se você tem um bebê ou criança pequena, veja se pode contratar alguém para ajudar você com o bebê enquanto você coloca os mais velhos para dormir. Planeje e alimente o bebê antes que comece a rotina da hora de dormir. O bebê não precisa da sua atenção naqueles momentos cruciais. Você vai atender às suas necessidades depois, desde que ele ou ela tenha comido. Se necessário, peça ao ajudante para alimentar/trocar/brincar com o bebê enquanto você está com os outros.

 

4 – Seja consistente

Se uma criança sai da cama, insista para que volte à cama. Você pode precisar pegá-las e colocá-las de volta na cama. Após ter feito isso por três ou quatro noites, a criança vai aprender que você quer ordem. Recompense-as com um prêmio por estar na cama quando elas eventualmente não saem. (Não quero dizer comprar uma bicicleta, mas talvez algo pequeno na loja de um real.) O importante é ser consistente. Não desista no meio! Se você deixar que elas saiam para brincar, vai ensinar que não é séria sobre a hora de dormir. A consistência na maternidade é muito importante. Quando um filho entende claramente onde estão os limites, pode crescer como uma pessoa mais disciplinada.

 

5 – Seja gentil, mas determinado

Todos queremos que nossos filhos tenham boas lembranças da hora de dormir, portanto você quer falar com eles de maneira suave, gentil. Quando um pai coloca as crianças na cama, elas deveriam saber que essas são as últimas palavras que uma criança escuta antes de dormir. Aquelas palavras permanecem.

Assegure que você não está passando dos limites para que seu humor não seja afetado negativamente. Coma um petisco ou jante antes de começar a rotina da noite. Tire uma curta soneca, se possível, durante o dia. Mas ao mesmo tempo, você pode ser rigorosa no sentido de ser determinada e firme.

Nossos sábios nos dizem “A mão direita aproxima, enquanto a esquerda empurra para longe”. Em outras palavras, devemos ser amorosos (a mão direita), mas às vezes precisamos aparentemente “empurrar” a criança para longe. Não realmente a empurramos, mas no momento, você pode sentir daquela maneira para a criança. Isso é chamado de disciplina. Portanto, seja gentil, mas resoluta.

Tenho observado muitas horas de dormir bem sucedidas desde que meus filhos eram pequenos. A chave parece ser a prática. Uma hora de dormir bem sucedida deveria ser um tempo de vínculo para filhos e pais. Precisa ser cedo o suficiente para que as crianças estejam descansadas no dia seguinte e que os pais tenham parte da noite para eles mesmos após dedicarem o dia aos filhos.

A hora de dormir é um momento de ensinar – um tempo para modelar como uma pessoa calma, bondosa, mas resoluta, se parece.

Acredite, sei que às vezes não é fácil, mas a meta final é que nossos filhos tenham lembranças de uma família calma, calorosa – onde o descanso é regular e valorizado.