Você não leu errado não, uma boa gestão financeira começa, primeiramente, com a gestão dos seus pensamentos e emoções. Te explico!

Com certeza você sabe que não pode gastar mais do que ganha, não é verdade? Você, provavelmente, também sabe que os empréstimos têm juros e que se você decidir pegar um, você vai pagar mais do que pegou. Não que seja proibido, mas no mínimo, você precisará se planejar. Você sabe que precisa economizar para conseguir tirar férias ou realizar alguns sonhos e que o cheque especial não faz parte do seu salário.

E se você não sabia de nada disso, já pega a dica!

 

Agora, POR QUÊ, mesmo sabendo de tudo isso, não somente

você, mas todos nós já caímos em tantas ciladas financeiras? 

 

Porque o nosso cérebro (o que também chamamos de alma ou de mente) é extremamente astuto!  Ele precisa ser educado. Ele é impulsivo, ele não consegue pensar a longo prazo, é extremamente imediatista, focado no prazer e tende a acreditar em um monte de inverdades que nos contaram desde que éramos crianças como “eu não tenho o suficiente”, “nunca sobra dinheiro”,” vamos viver o hoje” ou “ser rico é pecado”. 

Pois é, a notícia ruim é que como humano sua mente é essencialmente assim: traiçoeira. Ou melhor, ficou assim depois da queda, mas isso é outra história.

Mas eu tenho uma excelente notícia: você consegue governar esses impulsos que te autossabotam e você não está sozinho! Todos nós precisamos lutar contra nós mesmos se realmente quisermos prosperar.

Agora eu preciso te dizer a verdade, não é fácil não, você precisa aprender a identificar os seus pensamentos perigosos e errados sobre o dinheiro, a dedicar tempo para se planejar e, principalmente, aprender a dizer alguns “não” para você mesmo. E olha, isso dói, mas te garanto que o resultado compensa.

Por isso o meu primeiro conselho: governe a si mesmo e então governe seu dinheiro.

Cuide das suas emoções, avalie a forma como você consome: você compra porque precisa ou se planejou ou para tentar calar um vazio, uma tristeza ou algo assim? Você acredita que merece e que pode prosperar? Ou tende a pensar que abundância não foi feita para você? 

Só você pode se dar essas respostas, mas já te ajudo, a riqueza começa na mente.

Um abraço e até a próxima.