Em todos os anos, muitos cristãos se ressentem na época do Natal, dizendo que o período, que deveria ser de celebração pelo nascimento de Jesus Cristo, perdeu a essência ao ser cooptado pelo comércio e por figuras como o Papai Noel.

Por outro lado, estas mesmas pessoas, em geral, se esquecem que a fé é uma construção diária e não possuem o hábito de inserir Cristo em suas rotinas, observando que todas as coisas apontam para Ele e preparando corações e mentes para o que realmente importa no dia 25 de dezembro.

Há, na tradição cristã, uma forma de fazer isso, construindo o caminho para que o Natal seja celebrado como deve ser: chama-se tempo do Advento.

menino sorrindo durante a celebração do advento

O que é o Advento

Derivado do termo em latim “Adventus”, Advento significa “chegada”, “aparecimento”, e é,  para os cristãos, um período de preparação para o Natal.

A origem da tradição é relativamente incerta, porém há relatos que remetem aos séculos IV e VII, na região da Península Ibérica (onde hoje estão Portugal e Espanha), na Gália (atual França) e em Roma. Independente de suas raízes, é possível afirmar que o calendário do Advento, que começa a contar no quarto domingo antes da festividade natalina, já tem estabelecida uma maneira tradicional de celebração.

Considerado o ponto de partida do calendário litúrgico — no qual a igreja se recorda dos principais marcos da história da salvação —, o período tradicionalmente também inclui um elemento escatológico, dividindo-se assim: nas duas primeiras semanas, as pessoas são estimuladas a relembrar a esperança da gloriosa segunda vinda do Salvador, enquanto as duas últimas servem como um período de recordação da espera de Maria e dos profetas pelo nascimento de Jesus. 

Igrejas que têm o costume de promover a celebração do Advento indicam divisões diferentes dos marcos a serem relembrados nos domingos que compõem o período. Entre elas, existe a seguinte ordem:

Semana: a igreja se posta vigilante para a vinda do Senhor.

Semana: o anunciador do Messias.

Semana: convite a tomar parte na alegria.

Semana: preparação para o nascimento do Senhor.

família orando de perfil

Os símbolos do Advento

O período do Advento também traz consigo em sua bagagem uma gama de símbolos que ajudam a compor a época. Abaixo, listamos alguns deles:

1 – Coroa (também chamada de Guirlanda ou Grinalda): símbolo da realeza de Cristo, a coroa possui lugar especial na celebração do Advento. Feita com folhas verdes, velas e outros ornamentos, como fitas, traz representações de esperança, vida e eternidade;

2 – Velas: componentes da coroa, as velas merecem uma citação especial por seu caráter particular. Geralmente utilizam-se quatro, sendo que cada uma deve ser acesa em um domingo, representando quatro momentos de grande iluminação de Deus no mundo;

3 – Cores: Outro marco da tradição do Advento são as cores, sendo o lilás a principal delas, simbolizando a espera e a expectativa. De forma complementar também podemos falar do verde das folhas e do vermelho da fita da coroa, por exemplo.

velas e grinalda do advento 2

Como celebrar o Advento?

Há várias maneiras de celebrar o Advento, com propostas distintas para cada realidade (casas com crianças, sem, etc). Isto posto, existem dicas básicas que podem ajudar a guiar o estabelecimento de uma tradição doméstica para aqueles que nunca o fizeram antes.

• Prepare-se com antecedência: liste os itens e objetos que precisam ser comprados / feitos para o período, a fim de ter tranquilidade na execução das atividades do período;

• Crie um calendário: para manter as crianças — e os adultos — engajados, elabore uma dinâmica que deverá ser seguida por todos diariamente durante o período. 

• Leia muito a Bíblia: Nesta rotina, inclua momentos de leitura bíblica em família com estudos que relembrem a todos dos motivos que fizeram o Messias vir à Terra. Uma boa sugestão é ler os Evangelhos;

• Use a criatividade: apesar de termos falado bastante sobre a tradição do Advento neste texto, no fim das contas o que realmente importa é que o período sirva como lembrança do verdadeiro sentido do Natal. 

família lendo a bíblia durante a celebração do advento

Abrindo caminho para a chegada do Rei

O relato bíblico a respeito do nascimento de Jesus nos evangelhos inclui a história dos magos, que percorreram uma grande distância para presentear o rei recém-chegado. Conta-nos a história que eles foram guiados por uma estrela até o local certo, onde puderam adorar a Jesus ‘em primeira mão’.

Um detalhe interessante, porém, que muitas vezes passa despercebido, é que os magos não se sentiram impelidos ‘do nada’ a participar da ocasião. Eles conheciam a profecia, estavam preparados para compreender a solenidade do que acabara de acontecer.

Assim como a estrela que iluminou o caminho dos magos até a manjedoura naquele dia santo, devemos ser os guias dessa geração para que encontrem o verdadeiro significado do Natal. O Advento é uma excelente estratégia para isso.