O sorriso no rosto dessas mulheres reflete a alegria de conhecer a palavra de Deus em suas línguas maternas. Na foto, elas seguram cópias do Novo Testamento que foram apresentados pela Sociedade Bíblica da Nigéria no estado de Bayelsa, no sul do país.

O lançamento na Nigéria faz parte de uma marca importante para o estabelecimento do Reino de Jesus. Só em 2020, a Bíblia foi traduzida para 66 idiomas, alcançando um total de 707 milhões de pessoas no mundo.

Dentre as traduções, 46 idiomas tiveram a versão pela primeira vez, chegando a cerca de 13 milhões de pessoas. Outros seis grupos de línguas receberam a Bíblia completa traduzida também pela primeira vez. Cinco desses grupos ficam na África e o outro é dos Estados Unidos – uma comunidade de surdos do país onde foi concluída a tradução das escrituras na língua americana de sinais.

O Novo Testamento também ganhou novas versões em 11 línguas. Duas delas foram lançadas pela Sociedade Bíblica da Nigéria – o Novo Testamento de Epie e o de Obgia. As duas comunidades ainda não tinham a versão em seus dialetos, o que trouxe alegria para os ministros da Palavra.

lder Iwo Samson Famous, um orador de Epie, disse que “ao receber este [Novo Testamento] hoje, sou a pessoa mais feliz”, em uma entrevista ao site cristão Eternity News. “Por muito tempo, temos lutado com a Bíblia em inglês. Agora podemos ler e entender”, comemorou ele.

Para o líder de Obgia, John Okolubo, sem essa tradução “era como se não tivéssemos a presença de Deus, mas com ela chegamos à terra prometida”. John ainda vê muitos outros ganhos com a aquisição das novas Bíblias. “Este Novo Testamento em nossa língua materna ajudará na alfabetização e encorajará nossos jovens e outros a entender a Palavra de Deus”, concluiu.

Novas traduções e revisões da Bíblia

Apesar do ano que assolou a terra com uma pandemia global, tradutores trabalharam a todo vapor para que se cumpra o que está escrito em Mateus 24: 14, que diz: “E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo habitado, como testemunho a todas as nações, e então chegará o fim”.

As Sociedades Bíblicas espalhadas pelos países realizam novas traduções e, enquanto isso, fazem revisões das escrituras para que as novas gerações compreendam melhor o evangelho. Ainda em 2020, 21 idiomas receberam versões revisadas ou novas, chegando a 694 milhões de pessoas.

O grande esforço fez com que as escrituras atingissem o marco histórico de 704 idiomas alcançados até 2021. Hoje, 5,7 bilhões de pessoas têm acesso à Bíblia em suas línguas, de acordo com a Sociedades Bíblicas Unidas (UBS, sigla em inglês).

“Ao olharmos para trás, para mais de dois séculos de trabalho da Sociedade Bíblica e 75 anos de trabalho conjunto como Sociedades Bíblicas Unidas, agradecemos a Deus por abençoar nossa missão comum de tornar a Bíblia disponível a todos”, disse o Diretor Geral do UBS, Michael Perreau.

Agora, a meta é fazer com que a outra parte da população mundial, mais de  1 bilhão de pessoas, tenha a versão completa das escrituras. 

 

Fonte: Com informações do site Eternity News