Pessoas em regiões globais mais afastadas têm recebido apoio de organizações que investem no acesso às escrituras. A Wycliffe Associates, uma das principais do mundo, está fornecendo tecnologia a tradutores que vivem nesses locais para que eles possam proteger e acelerar traduções da Bíblia.

Essa tecnologia consiste no desenvolvimento de Kits de Aceleração de Tradução da Bíblia (BTAKs) em língua materna para os profissionais sem conexão com a Internet. Cada kit fornece acesso a todo o software de tradução que um grupo de idiomas precisa, além de internet via satélite.

A partir de uma tradução, os grupos que receberam os BTAKs passam adiante o conhecimento que adquiriram. O grupo já instalou 549 BTAKs em 48 países, e 793 comunidades linguísticas tiveram acesso às traduções.

O custo por equipamento é de US $2.500, de acordo com informações do The Christian Post. Tim Neu, o presidente e CEO da Wycliffe Associates, destacou a importância dessa tecnologia em locais remotos e que, muitas vezes, estão em situação de perseguição.

“Mesmo que os terroristas o encontrem, mesmo que o seu equipamento seja confiscado ou destruído, mesmo que o inimaginável aconteça, o seu trabalho de tradução – semanas ou meses de progresso da tradução – está protegido”, disse Neu.

“Em áreas remotas e subdesenvolvidas – selvas, florestas tropicais, regiões montanhosas – qualquer coisa escrita à mão no papel corre o risco de clima adverso, umidade, inundações e até insetos”, acrescentou o presidente. “Os BTAKs protegem todo o trabalho que foi investido, dia a dia, na tradução das Escrituras”.

Milhares de pessoas já foram alcançadas com essa iniciativa fazendo com que áreas remotas na Indonésia, por exemplo, recebessem o BTAKs. Uma tribo chamada Sawi, acessível apenas por avião ou barco, recebeu um kit da Wycliffe Associates e está no processo de encerramento da tradução do Antigo Testamento em seu idioma.

A associação informa que mais de 12.000 pessoas e outros mais de 100 grupos de idiomas em toda a Indonésia não têm uma conexão com a Internet. Por isso, a tecnologia, atrelada ao trabalho já feito pela Wycliffe Associates de capacitação de tradutores da Bíblia em língua materna, é muito necessária nesses locais.

“Isso já foi uma tribo de canibais. Gerações cresceram aprendendo apenas a matar ou ser morto na guerra tribal. Hoje, a Palavra de Deus está transformando seus corações”, diz Neu. “Sem um BTAK, eles ainda podem estar anos longe de experimentar a Palavra de Deus em sua plenitude.”

 

Fonte: The Christian Post