No dia 29 de março foi divulgado pelo The Jerusalem Post uma descoberta importante para a arqueologia cristã. Uma moeda de Tiro do período do Segundo Templo foi encontrada em Israel. A antiguidade pode ter sido usada por peregrinos para pagar imposto no Templo durante épocas de Páscoa.

O artefato foi encontrado durante um projeto de conservação realizado por arqueólogos do Museu Torre de Davi, em Jerusalém. A moeda estava dentro de uma caixa escavada na década de 1980, que foi perdida e reencontrada recentemente.

Os pesquisadores acreditam que a moeda chamada “ciclo de Tiro” pertence ao ano de 125 a.C e foi produzida nessa antiga cidade mencionada na Bíblia. Esse ciclo era feito de prata e, apesar de serem bastante mencionados em relatos históricos referentes a esse tempo, poucos foram de fato descobertos.

A caixa com os ciclos tírios estava no complexo da Torre de Davi, que recebeu esse nome após a estrutura mais alta, a Torre Phasael do século 5 e.C, ter sido a primeira identificada. Além disso, nesse mesmo local se encontra o palácio de Herodes, onde teólogos e historiadores acreditam que Jesus tenha sido julgado. 

Infelizmente a Torre de Davi tem passado por um processo de degradação e rachaduras de cima a baixo vem se abrindo ao longo dos anos. Por isso, o trabalho de conservação dos arqueólogos têm sido intensificado para manter a integridade do edifício.

“A Torre de David é uma das estruturas mais importantes de Israel, tanto em termos de história quanto de localização”, disse Yotam Carmel, gerente de conservação da empresa Ken HaTor, a encarregada do projeto.

Desde 1980 o monumento não recebe reparos, o que piorou a situação, revelou Yotam. Segundo ele, “a cidadela precisa desesperadamente de conservação”. Esse processo de reestruturação é essencial para a preservação de antiguidades.

Eilat Lieber, diretora e curadora-chefe do museu, diz que no período de férias é muito gratificante ver o resultado do trabalho. “Somos gratos por esta oportunidade única de preservar fisicamente as paredes e torres deste antigo local que existia na época do Segundo Templo, há milhares de anos, ajudando a preservar e conservar o local para que continue a ser um farol em Jerusalém para as gerações futuras”, declarou a diretora.

O Museu Torre de David informou que permanecerá aberto ao público durante todo o ano seguindo as orientações do Ministério da Saúde de Israel. A moeda descoberta recentemente, porém, só será exposta no próximo ano em uma nova exposição no museu.

 

Fonte: Com informações do site The Jerusalem Post