A Associação das Empresas e Profissionais Evangélicos (Abrepe), divulgou recentemente uma pesquisa sobre o mercado fonográfico brasileiro. O resultado mostrou que a música gospel é responsável por 20% deste mercado, gerando R$ 2 bilhões por ano em vendas. Dados da mesma pesquisa mostram que o Brasil é o segundo maior mercado cristão do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Segundo dados do Google, a busca por termos ligados à música cristã cresceu mais de 200% durante o período de isolamento social, mostrando que a popularidade da música Gospel reflete a vertente religiosa dos brasileiros e também, o quanto as músicas com letras positivas têm sido mais consumidas durante o período do isolamento social causado pela pandemia do Coronavírus. 

A música gospel sempre teve um público fiel, mas com a chegada das plataformas de streaming, o Gospel tem conseguido alcançar ouvintes fora da esfera cristã e registrar números à altura de artistas internacionais. Prova disso é que mesmo impossibilitados de fazer show, os representantes do segmento continuam em ascensão, alcançando números recordes de acessos nas playlists das principais plataformas de música.

De acordo com Maurício Soares, Diretor de Artistas & Repertório Gospel da Sony Music Brasil, o consumo dessas músicas foi impulsionado pelo streaming, a qual muitos brasileiros só tiveram contato a partir do distanciamento social. Atualmente, o cast da gravadora conta com cerca de 60 artistas dos mais diversos estilos.

“O segmento evangélico no Brasil possui mais de 60 milhões de pessoas, maior do que muitos países pelo mundo. O Brasil é a segunda maior nação cristã do planeta. Nada mais natural que o gênero musical que os representa seja forte. Com o advento do digital, a música e artistas do gênero gospel passaram a ser consumidos também por católicos e mesmo apenas por simpatizantes”, declara Maurício.

 

DEEZER

Recentemente, uma pesquisa global da Deezer revelou que as pessoas usam música para lidar com o confinamento. Mais da metade dos brasileiros entrevistados (51%) estão ouvindo mais músicas do que antes do isolamento. Quatro a cada cinco entrevistados justificam que é para melhorar o humor, e mais de um terço (34%) ouvem as canções justamente para não se sentirem sozinhos e enfrentarem melhor a solidão. De acordo com dados fornecidos pela plataforma, nos primeiros meses da pandemia, o número de streaming em playlists de conteúdo cristão cresceram de forma surpreendente.

Analisando a maior playlist Gospel da plataforma, ‘Top 50 Gospel’, nos últimos seis meses (Dez – Mai) a lista teve um crescimento significativo, cresceu 37% em relação a fevereiro, quando a quarentena ainda não havia começado no Brasil. Ao comparar março, abril e maio com os três meses anteriores, a seleção teve um crescimento de 23% em reproduções e 11% em ouvintes.

Analisando somente o mês de março, início da pandemia e isolamento social no país, com o mês de fevereiro, a playlist cresceu 47% em número de streams e 37% em ouvintes únicos. 

O destaque na Deezer fica para os meses que o stream no geral caiu (março e abril). As três maiores playlists do serviço de streaming de música —Top 50 Gospel, Top Hits Gospel e Ambiente de Adoração – cresceram mais 10,4% em número de streams e 7,4% em número de ouvintes únicos de maio até junho. 

O grupo Casa Worship, possui a música “A Casa É Sua” em primeiro lugar na playlist, música que também é cantada por Padre Marcelo e hoje, possui mais de 144 milhões de views no YouTube.

“O público cristão tem uma reação diferente no streaming em relação ao secular. O secular consome de forma muito impulsiva. Ele ouve de tudo e demais. O cristão é mais focado no catálogo. Ele ouve uma discografia inteira, por isso o tempo de consumo é maior. Temos uma média de quase uma hora do usuário ouvindo música cristã”, declara Lincoln Baena, editor de gospel da Deezer.

 

SPOTIFY 

Já no Spotify a tendência era observada antes mesmo da pandemia. Em 2019, o estilo cresceu 44% no número de ouvintes, perdendo apenas para o sertanejo. A plataforma tem destaques com a Sucessos Gospel, uma das cinco playlists mais ouvidas do Spotify, e a Louvor & Adoração, playlist de worship mais popular do mundo.

“O crescimento foi totalmente orgânico”, diz Roberta Pate, diretora de Relacionamento entre Artistas e Gravadoras do Spotify na América Latina. “O gênero cresceu também no mercado internacional e é interessante observar que no Brasil se ouve gospel nacional e estrangeiro”, diz a executiva. O país é o segundo maior consumidor de música cristã do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

Pela primeira vez, desde sua chegada ao Brasil, o Spotify Wrapped incluiu o ranking com as músicas cristãs mais ouvidas no Brasil em sua retrospectiva de fim de ano. De acordo com a plataforma, nos últimos meses, foi observado “uma mudança no comportamento de seus usuários, registrando um crescimento considerável nas buscas pelo ”gênero mais ouvido no país ao longo do ano’”. 

No topo da lista de artistas está o cantor Fernandinho, que possui nove milhões de seguidores no Spotify. Gabriela Rocha, Kemuel, Priscilla Alcantara e Isadora Pompeo também foram os destaques deste ano.

A música gospel mais ouvida de 2020 na plataforma foi Girassol, composição do humorista Whindersson Nunes, gravada em parceria com Priscilla Alcantara. A canção estreou diretamente no 5º lugar das músicas mais ouvidas do Spotify, em um total de 546 mil reproduções em apenas 24 horas. Girassol também entrou no ranking brasileiro das mais compartilhadas nos stories do Instagram (considerando a data de 01 de março até 30 de abril) e em fevereiro, Priscilla lançou a mesma versão da música em R&B e o vídeo possui mais de 10 milhões de visualizações no YouTube. Os louvores A Casa é Sua, do ministério Casa Worship, e Lugar Secreto, da Gabriela Rocha conquistaram o segundo e o terceiro lugar respectivamente.

Gabriela Rocha aparece ainda liderando a categoria de álbuns mais ouvidos, com Céu. Na segunda e terceira colocações estão Pra Te Contar os Meus Segredos, de Isadora Pompeo, e Preto no Branco (Ao Vivo).

 

Destaques Nos Streamings 

Segundo um levantamento feito no Top Charts Crowley, o ranking oficial semanal das músicas mais executadas em streams, a música gospel segue quebrando barreiras dentro do gênero.  Aline Barros foi a primeira cantora do gênero a atingir a marca de 1 milhão de fãs nas plataformas de streaming. Em Abril de 2020, o cantor Fernandinho cresceu 7 posições e se manteve no Top 100 dos artistas com maiores streams no Brasil (67º lugar). A Playlist “Top 50 Gospel” ficou entre as top 10 playlists mais ouvidas (7º lugar) também subindo em relação ao mês de março. A playlist “Nas Igrejas” cresceu 13 posições de março para abril.

 

Youtube

A música gospel brasileira mais reproduzida do YouTube Brasil, com 539 milhões de visualizações, é “Ninguém Explica Deus”, de Clovis Pinho. 

O cantor e compositor deixou o grupo Preto no Branco em maio de 2020. Em setembro, entrou como artista solo para a Som Livre, e passou a assinar apenas Clovis. Na nova fase, surgiu a música “Me Ensina a Viver”. O clipe da música já ultrapassou a marca de 1 milhão de views e traz uma roupagem mais sofisticada.

 

Gabriela Rocha se tornou a primeira cantora brasileira do gospel a atingir a marca de 2 bilhões de views no YouTube. 

“As pessoas estão buscando mais a Deus, principalmente durante a pandemia. Todo mundo tem passado por tantas coisas, tantas mudanças de rotina, né? E o louvor tem esse poder de trazer paz, de fazer as pessoas sentirem a presença do Pai a cada dia”, disse.

Apenas no último ano, duas de suas músicas se destacaram entre as mais ouvidas no mundo: Lugar Secreto, interpretada e composta por ela, bateu 400 milhões de visualizações, e Ninguém Explica Deus, na qual ela faz participação especial, chegou a meio bilhão de visualizações. A cantora também foi a artista cristã com mais ouvintes no Spotify Brasil e teve o álbum mais ouvido de 2020 .”Tudo é sobre Jesus, eu fico feliz em saber que o senhor tem ecoado as canções que ele me deu pelo Brasil e o mundo todo”, finalizou.

 

10 cantoras campeãs

De acordo com o site Pleno News, existem 10 cantoras que se destacam como as mais tocadas no maior streaming de música atualmente.

  1. Gabriela Rocha, gravadora Onimusic.
  2. Priscilla Alcântara, gravadora Sony Music.
  3. Aline Barros, gravadora Sony Music.
  4. Isadora Pompeo, gravadora Musile Records.
  5. Bruna Karla, gravadora MK Music.
  6. Midian Lima, gravadora MK Music.
  7. Luma Elpidio, gravadora Le Music.
  8. Julia Vitoria, gravadora Musile Records.
  9. Cassiane, gravadora MK Music.
  10. Nívea Soares, gravadora Onimusic.

 

O Spotify fez um Top 10 dos cantores e músicas gospel mais ouvidos no Brasil 

Cantores:

  1. Fernandinho
  2. Gabriela Rocha
  3. Kemuel
  4. Priscilla Alcantara
  5. Aline Barros
  6. Isadora Pompeo
  7. Isaias Saad
  8. Bruna Karla
  9. Casa Worship
  10. Gabriel Guedes de Almeida

 

Músicas

  1. Girassol – Priscilla Alcantara, Whindersson Nunes
  2. A Casa É Sua – Casa Worship
  3. Lugar Secreto – Gabriela Rocha
  4. Aquieta Minh’alma – Ministério Zoe
  5. Não Pare – Midian Lima
  6. Ousado Amor – Isaias Saad
  7. Ninguém Explica Deus (feat. Gabriela Rocha) – Ao Vivo – Preto no Branco, Gabriela Rocha
  8. É Tudo Sobre Você – Ao Vivo – Morada
  9. De Dentro Pra Fora – Júlia Vitória
  10. Raridade – Anderson Freire

 

20 músicas gospel mais tocadas no Top Charts Crowley em 2020.

  1. Algo Novo – Kemuel
  2.  Não Pare – Midian Lima
  3. Aquieta Minh’alma – Ministério Zoe
  4. Todavia me Alegrarei – Leandro Soares
  5. Rompendo Limites – Bispo Rodovalho
  6. Tua presença – Paulo Neto
  7. Deus de Promessas – Davi Sacer (feat. Simone)
  8. Lugar Secreto – Gabriela Rocha
  9. Só quem tem Raiz – Sarah Farias
  10. A Casa é Sua – A Casa
  11. Ousado Amor – Isaias Saad
  12. Girassol – Priscila Alcântara e Whindersson Nunes
  13. Ninguém Explica Deus – Preto no Branco
  14. O que tua Glória fez comigo – Hélio Borges
  15.  Deus e eu – Leandro Borges
  16.  Fica Tranquilo – Kemilly Santos
  17. Pintor do Mundo – Pastor Lucas
  18. Jó – Midian Lima
  19. Diz – Gabriela Rocha
  20. Me ajude a melhorar – Eli Soares

 

3 Palavrinhas para as crianças

Atualmente, com mais de 3 bilhões de views e 4 milhões de inscritos no canal do YouTube, sendo reconhecido como o maior projeto para crianças do segmento gospel no mundo, o grupo 3 Palavrinhas confirma o êxito do nicho também com o público infantil.

“Isso é demais não é mesmo? Nos dá uma alegria imensa e um senso de responsabilidade maior ainda. Acho que esse sucesso é um pouco de tudo, mas mais ainda da graça de Deus”, comemora Samuel Mizrahy, idealizador do projeto.

Tags: música, gospel, cristã, Música Girassol, Gabriela Rocha, Priscila Alcântara, Fernandinho, Whindersson Nunes, Preto no Branco, Aline Barros, Ninguém Explica Deus