Quando o assunto é Cristianismo e Universidade temos inúmeras e riquíssimas possibilidades. São diversos aspectos, focos, estratégias e temas que têm construído essa coluna ao longo do tempo.

Contudo, não podemos negligenciar um tema que, muitas vezes, parece trivial e corriqueiro, mas é de fundamental importância. Estou me referindo à oração. Digo isso porque normalmente os estudantes cristãos estão mais interessados em estratégias revolucionárias, técnicas de evangelismo arrebatadoras e argumentos brilhantes para pregarem o Evangelho. Porém, o verdadeiro poder que transforma o campus não está em nenhuma dessas coisas. Está no agir de Deus.

Se a oração não permear todas as atividades do cristão no ambiente acadêmico, tudo mais não passará de interessantes ideias desenvolvidas por jovens brilhantes. Não haverá vida, não haverá transformação. 

Por outro lado, se a oração estiver na base, até mesmo o mais simples e discreto clubinho tem condições de causar uma verdadeira revolução em sua universidade.

Por isso, neste artigo quero lembrar alguns motivos de oração no campus e ao mesmo tempo incentivar a retomar ou intensificar essa prática fundamental para todo cristão universitário.

1 – Ore pelos não crentes da faculdade

É tão fácil focar apenas em Apologética e conceitos doutrinários quando pensamos em pregar para universitários. De fato, são temas fundamentais, como já conversamos nessa coluna. Mas não podemos nos esquecer que estas são apenas ferramentas que Deus pode usar para alcançar um coração resistente ao Evangelho. Vidas só serão alcançadas pelo toque do Espírito Santo. Por isso, antes de pregar, ore pelos seus ouvintes. Apresente-os a Deus, peça a ele que abra os ouvidos e o coração, que tenha misericórdia deles e os alcance com graça e verdade. Peça a Deus que oriente suas palavras e te ajude a alcançar não apenas mentes, mas também corações.

2 – Ore pelos crentes da faculdade

A importância do testemunho na faculdade é maior do que a maioria dos cristãos pode imaginar. Um crente verdadeiro, ainda que hostilizado, tem a atenção dos colegas e dos professores. Não é à toa que quando alguma situação difícil acontece, é aos crentes que todos se dirigem com pedidos de oração. Da mesma forma, um mau testemunho tem o efeito inverso de desacreditar a mensagem e afastar as pessoas do Evangelho.

Infelizmente, vemos hoje muitos irmãos tão influenciados pelo mundanismo presente nas universidades, levando não cristãos a acreditar que não há distinção entre a fé cristã e quaisquer outras crenças. 

Por isso, ore pelos irmãos universitários. Ore para que entendam seu chamado missionário, para que assumam a responsabilidade de ser um discípulo de Jesus em um ambiente hostil ao Evangelho.

3 – Ore pelos professores, diretores e funcionários

Muitos problemas enfrentados por clubinhos tem origem na direção da faculdade. Quando essa posição é ocupada por quem não tem apreço pela fé, logo vemos atitudes voltadas a impedir o trabalho do ministério.

O mesmo acontece quando professores são ateus ou têm resistência ao Cristianismo. Eles logo iniciam uma perseguição disfarçada, tentando minar a fé dos alunos e causando problemas na caminhada cristã. 

A solução? 

Ore. Ore por reitores, diretores, professores e funcionários. Ore por aqueles que tomam decisões, para que o trabalho de evangelismo aconteça sem impedimentos e restrições. 

Mas não se esqueça de olhar além de meros quadros na estrutura institucional. São pessoas por quem Cristo morreu e precisam ser alcançadas pelo Evangelho.

Estes são apenas alguns motivos de oração. Existem vários e no próximo artigo falaremos mais sobre eles. Mas o mais importante é a compreensão de que a oração precisa estar na base se queremos ver as universidades verdadeiramente alcançadas pelo mover de Deus.