Pecado X santidade

“… A Noé, porém, o Senhor mostrou benevolência. Esta é a história da família de Noé: “Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor. Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus”, (Gênesis 6:8 e 9).

O Senhor não quer as pessoas O servindo por cabresto, dizendo que O amam por causa do medo e pela obrigação de amá-Lo. Ele deseja que as pessoas andem com Ele por amor.
A Bíblia diz em Gênesis 6 que o homem vivia de forma errônea, desagradando ao Senhor e Ele então se entristeceu.

A corrupção do gênero humano entristece o coração de Deus.

Quantas atrocidades temos visto nos nossos dias! Pessoas por exemplo, colocando na seringa, água ao invés de medicamento – isso não é normal!

A situação naquela época estava tão séria que Deus desejou acabar com a raça humana. Precisamos tomar cuidado para que o Senhor não se arrependa de nos dar suas bênçãos.
Deus se arrependeu de ter feito o homem. “Farei desaparecer da face da terra o homem que criei, os homens e também os animais grandes, os animais pequenos e as aves do céu. Arrependo-me de havê-los feito”, (Gênesis 6:7).

Mas em meio a toda essa situação, Noé achou graça diante do Senhor, porque era homem íntegro e justo no meio da podridão.

Ele andava com Deus.

No meio da podridão, da malandragem, de pessoas trambiqueiras, você pode ser uma pessoa santa!
O pecado na vida do crente tem que ser um acidente, não temos que correr atrás do erro. A santidade é que tem que ser uma constante em nossa vida.

O pecado tem que produzir tristeza em nós. Há pessoas que estão voltando para a ‘sujeira’. Procedendo como a porca lavada que volta para a lama.

No meio de uma geração perversa e corrupta seja luz! Deus honrou Noé, ele andou com Deus!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *