Morre cristão americano preso na Coreia do Norte

Acusado de roubar um cartaz, o cristão de 22 dois anos foi sentenciado a 15 anos de trabalhos forçados.

A família de Otto Warmbier, cristão de 22 anos, confirmou seu falecimento no dia 19 de junho, apenas uma semana depois de ser libertado – em coma – após 15 meses de prisão na Coreia do Norte. Em declaração, a família disse que ele “completou a jornada para casa”. Quando voltou para os Estados Unidos sob vigilância médica, ele não conseguia falar, ver ou reagir a comandos verbais. “A tortura e os maus-tratos recebidos pelas autoridades norte-coreanas não deram chance a ele”, disseram os familiares.

Warmbier foi condenado em 16 de março do ano passado pela Suprema Corte norte-coreana a 15 anos de trabalhos forçados depois ser considerado culpado de roubar um cartaz com slogan político em uma área reservada aos funcionários do hotel em Pyongyang onde estava alojado. Dia 16 de março do ano passado também foi a última vez que Warmbier foi visto publicamente.

Na semana passada, o pai de Otto disse que “não há desculpas para uma nação civilizada ter mantido em segredo a condição dele e ter negado cuidados médicos”. Além disso, declarou que ele e sua esposa, Cindy, ficaram 15 meses sem receber notícias do filho. O pai disse que não acredita na explicação do governo da Coreia do Norte para a morte de Otto. Segundo foi relatado, ele teria contraído botulismo e sido tratado com medicamentos para dormir.

De acordo com o porta-voz do Centro Médico da Universidade de Cincinnati, no estado de Ohio, o estudante teria sofrido graves danos neurológicos durante sua prisão. Mesmo não havendo sinais de abuso em seu corpo, os médicos não concordaram com a explicação para a morte do rapaz. “Os Estados Unidos mais uma vez condenam a brutalidade do regime norte coreano, e lamentam sua última vítima”, declarou o presidente Donald Trump, que mandou condolências juntamente com a esposa.A Coreia do Norte ocupa a 1ª posição na atual Lista Mundial da Perseguição e é o país mais fechado para o cristianismo pelo 15º ano consecutivo.

Ore por consolo para a família de Otto e por todos que o amavam.

Interceda também pelos cristãos que continuam a viver a fé de forma secreta no país.

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *